Ir para conteúdo

Há 6 anos se encerrava a maior Copa do século e uma das maiores da história

Neste mesmo dia, há exatos seis anos era finalizada a Copa do Mundo da FIFA no Brasil, em 2014, uma copa que entrou para a história, em um contexto geral como uma das melhores, tanto dentro de campo, como, principalmente fora dele. Batendo recordes em números de bilheteria e gols, sendo a primeira Copa da grande era das redes sociais e sendo finalizada com uma grande final no Maracanã entre uma seleção européia e uma seleção da America do Sul, feito que até então não acontecia desde o mundial de 2002, quando os próprios alemães foram derrotados para o Brasil.

Anúncios

Mundial que começou no dia 12 de junho daquele ano, com uma tremenda festa na Arena Corinthians, comandada pela brasileira, Claudia Leite e, os latinos americanos, Jennifer Lopez e Pitbull, que contagiou a todos com o hit daquela copa ‘We Are One (Ole Ola)’, hoje com mais de 700 milhões de visualizações no YouTube. Seguidos pela vitoria de 3 a 1 da seleção brasileira (com direito a 2 gols de Neymar em sua estréia em Copas), sobre a Croacia. Seleção que tentava pela segunda vez conquistar o mundo dentro de casa, mas mal sabia todos que a decepção desta vez seria “sete” vezes pior. Porém, tirando a decepção da seleção, que ainda viria, depois dali foi uma copa fantástica.

Anúncios

Dentro de campo, emoções e gritos de gols não faltaram, já que o mundial teve a maior media de gols do século, com média de 2,67 gols por jogo, a Copa registrou, com o gol de Mario Götze na decisão, 171 gols marcados, se igualando a o mundial de 98 e perdendo apenas para o de 94, que registrou média de 2,71 gols (141 gols em 52 jogos). E pessoas para gritar gols também não faltaram, já que o mundial também bateu o recorde nos públicos com uma media de 53.591 de publico por partida, com um total de 3.429.873 de pagantes que assistiram aos jogos. Se tornando o maior do século e o terceiro maior da historia ficando atrás novamente do mundial de 1994 (EUA) e, da Copa de 1950 no próprio Brasil.

Foto: Blognetto

Por falar no publico, em todas as copas a atmosfera das torcidas nos jogos é sensacional, mas nada se comparou a Copa no Brasil, que pela primeira vez foi dominada pelos americanos e não europeus. Parecia que os torcedores se sentiam em casa. As ruas eram tomadas pelos nossos irmãos latinos, principalmente os americanos, argentinos, chilenos e colombianos. A alegria que era puxada pelos brasileiros e nossos irmãos americanos contagiavam ainda mais aos europeus que seguiam o ritmo. E como não se arrepiar quando nosso hino parava pelo sistema de som da FIFA, mas seguia pelo canto da torcida brasileira e dos jogadores, ate seu final. E o mesmo feito se repetia com as seleções de Chile e Colômbia. Sem duvidas entrou para a história.

Anúncios

Mas, para nós brasileiros, acontecia um trágico episodio. Nossa seleção, que fazia uma Copa de altos e baixos, conseguiu chegar até a semifinal, após eliminar Chile e Colômbia. A mas se aquela bola do Pinilla tivesse entrado?! Enfim. Sem Neymar, lesionado, e Thiago Silva (Capitão), suspenso, sofreu a maior decepção de sua historia ao ser goleado pelos alemães por 7ª1, diante de seu torcedor. Erros do Felipão, falta de liderança, descontrole emocional, falhas. Argumentos e memes pelo fracasso não faltaram. Do outro lado víamos nossos rivais argentinos desbancando a Holanda e indo a grande final contra os alemães. Quase tivemos uma decisão histórica entre Brasil e Argentina, no maracá.

Anúncios

E a Copa foi finalizada com mais uma vergonhosa derrota da seleção, ainda abalada, diante da Holanda (3 a 0), e, com a grande decisão no Maracanã. De um lado, Lionel Messi, Di Maria e Higuain, marcado por ter perdido um gol cara a cara com Neuer. Do outro lado, a Alemanha, que não tinha o grande craque, mas tinha um conjunto fantástico, com Kroos, Lahn, Schweinsteiger, Neuer e Cia. E em uma grande decisão que não saiu do zero no tempo normal e parecia ir para os pênaltis, já no segundo tempo da prorrogação, o jovem Mario Götze, com uma bela matada e um belo chute, fez historia, abriu o placar e fez o gol do titulo, dando a quarta conquista para os alemães, que derrotavam mais uma vez a argentina.

Foto: Blog da fut

Copa que teve Messi, como o melhor jogador eleito pela FIFA, mas para muitos, James Rodruigez foi quem mereceu o premio, que terminou como o artilheiro da Copa, com 6 gols e gol mais bonito do mundial. Também teve Klose, passando Ronaldo e se tornando o maior artilheiro de todas as Copas com 15 gols. Sem duvidas uma copa (tirando a decepção de nossa seleção), deixara saudade, principalmente para os que vieram e viajaram ao Brasil.

Foto de Capa: Wikipédia

Me sigam no Instagram: @alefoliveira_93

Pagina de Esportes Instagram: @hat_trick.oficial

Processando…
Sucesso! Você está na lista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: